MULHER QUE DERRUBOU PADRE MARCELO ROSSI DEMONSTRA POSSUIR TRANSTORNO MENTAL

A mulher que empurrou o padre Marcelo Rossi durante uma missa que aconteceu ontem na sede da comunidade católica Canção Nova em Cachoeira Paulista demonstrou confusão mental ao prestar depoimento na 2ªDP de Lorena, em São Paulo. De acordo com a Delegacia Seccional policial de Guaratinguetá, que não divulgou o nome da autora, V.H.F.S, de 32 anos, é natural do Rio de Janeiro e foi à Canção Nova com uma excursão.

O padre Marcelo Rossi foi empurrado do palco onde celebrava uma missa ontem (14)em Cachoeira Paulista (SP). O registro foi feito pela TV Canção Nova, que transmitia o evento ao vivo. O vídeo mostra uma mulher de calça jeans e camiseta branca invadindo o palco e empurrando o padre, que caiu do local.

“O padre está bem. Esperando resultado de uma avaliação médica”, informou a assessoria de Marcelo Rossi. Ela alega sofrer transtorno bipolar e afirmou que está em tratamento psiquiátrico. O caso foi registrado como lesão corporal. O padre optou por não registrar a queixa, mas a emissora católica fez a ocorrência contra a mulher.

Alô Alô Salomão