O BEM-ESTAR SOCIAL EM CENA

No mês dedicado ao assistente social, o Hospital do Oeste (HO) foi palco de um importante encontro voltado à discussão dos dilemas e desafios da nobre profissão. Ministrada pelo historiador Geremias Mascarenhas, a palestra reuniu os profissionais da unidade de saúde em um rico debate sobre as principais dificuldades hoje enfrentadas no Serviço Social, além dos novos rumos da categoria. “A profissão tem sido confundida com caridade ou com prática do assistencialismo, quando, na realidade, o viés da nossa ação é intervir onde direitos são violados e muitas vezes desconhecidos. Nosso papel é levar ao público em situação de vulnerabilidade social o reconhecimento de que são cidadãos”, ressaltou a assistente social doHO, Ana Karina Bastos.

 

Atuando em diversos espaços, os assistentes sociais visam a defesa e reafirmação dos direitos e políticas sociais, buscando a construção da equidade, para além da garantia da cidadania. Entre as atividades desenvolvidas, estão o planejamento e a execução de políticas públicas e de programas sociais voltados ao bem-estar coletivo e à integração do indivíduo na sociedade. No exercício da nobre missão, os assistentes sociais buscam, junto a outros profissionais, realizar ações que viabilizem a execução do projeto de bem-estar social, fornecendo à população mecanismos para combater as mazelas sociais.   

Fonte: ASCOM H. O. Thianne Lira

Postagem: Maicon Dias

Alô Alô Salomão