OESTE DA BAHIA: COM AJUDA DO TIO ADOLESCENTE MATA, QUEIMA E ENTERRA O CORPO DO PAI EM SANTA RITA DE CÁSSIA

Image00005

O lavrador José Cícero do Nascimento Filho, de 41 anos, natural de Marimbondo AL, foi assassinado com um tiro de revólver e teve o corpo queimado e enterrado pelo filho, o menor J.C.N.N., de 15 anos. O crime ocorreu no domingo (20) à noite no povoado de Itiquira município de Santa Rita de Cássia, Oeste da Bahia.

Depois de ser espancado e trancado em um quarto com a mãe, a senhora Marivania Monteiro do Nascimento, de 35 anos e demais irmãos, o menor usou a arma do próprio pai para se defender de novas ameaças de agressão.

O delegado titular do município Joaquim Rodrigues descobriu o corpo numa cova rasa, aberta perto do local do crime pelo adolescente e o tio Tonielson Damasceno Monteiro, de 18 anos, irmão de Marivania. Para queimar o corpo, eles fizeram uma fogueira com toras de madeira.

Testemunhas e vítimas afirmam que José Cícero era violento. Costumava agredir esposa e filhos que às vezes eram mantidos em cárcere privado por motivo de ciúmes. “Ele possui na polícia histórico de crimes em Barreiras, Brasília e Rio de Janeiro, principalmente por brigas. O que ajuda comprovar a conduta agressiva, pelo qual ostentava”, disse o delegado.

São cinco filhos do casal. Dois garotos de sete e onze anos, mais duas adolescentes de 16 e 17 anos, os quais foram maltratados desde os primeiros anos de vida e sucessivamente acompanharam o drama de ver o pai torturando fisicamente e psicologicamente a mãe. “Não houve flagrante do ato infracional e nem do crime de ocultação do cadáver praticado por Tonielson, portanto, ouvi os dois e encaminhei o caso ao Poder Judiciário”.

Uma equipe de perícia do Departamento de Polícia Técnica fez a exumação dos restos mortais para realização de exames no IML regional de Barreiras BA.

Alô Alô Salomão

 

TEC VIDROS