OPINIÃO: DELEGADO FALA DE AUTORIDADE DOS PAIS SOBRE OS FILHOS

AUTORIDADE DOS PAIS SOBRE OS FILHOS E NÃO O INVERSO:

Tem uma história verídica que fala que após uma visita da mãe a um filho presidiário, na despedida da visita o filho mordeu a bochecha da mãe que tirou um pedaço. Naquela hora foi um desespero e ninguém imaginou o motivo de tal ação de um filho presidiário contra sua mãe. E questionado sobre o porquê daquilo ele explicou a mãe mais ou menos assim: “mãe a senhora lembra das vezes que eu chegava em casa ainda adolescente com um brinquedo novo e a senhora nunca perguntou onde eu consegui aquele brinquedo? A senhora lembra quando eu cheguei com um relógio novo e a senhora também não perguntava onde eu havia conseguido o relógio? E o celular? E o notebook? Como eu poderia ter aquilo se não trabalhava e a senhora não podia comprar para mim? Eu estou preso aqui por sua causa, a senhora deveria ter mandado eu parar de pegar dos outros o que não me pertencia. Deveria ter mandado eu parar de roubar.”

Então o que se deduz dessa história verídica é que OS JOVENS QUEREM SER FISCALIZADOS E REPRIMIDOS PELOS PAIS. Agora, se os pais ficam reféns dos filhos por medo ou outro motivo qualquer, a tendência é acontecer cada vez mais o aumento da violência entre os jovens e da violência familiar.

É bíblico que os pais devem corrigir os filhos e endireitar os seus caminhos.

Pais, nunca percam a autoridade sobre seus filhos, pois sempre que isso acontecer vocês  serão os responsáveis pelo mal futuro daquele filho.

Os pais, mais do que autoridades, devem ser espelhos e exemplos de honestidade e disciplina para seus filhos!

Por: Arnaldo Monte. Delegado de Polícia, Professor e Pai.

Alô Alô salomão