POLÍCIA DE SÃO DESIDÉRIO PRENDE ACUSADO DE MATAR PROFESSORA PARA ROUBAR

20151020114143_opt

Ontem (20) por volta das 08h 00, após a notícia do desaparecimento de Edileuza Azevedo de Souza, o delegado Carlos Ferro, acompanhado de policiais civis de São Desiderio, realizaram diligências que culminaram na prisão em flagrante de Quelyson Gonçalves de Abreu Souza. A operação policial contou com apoio incondicional de policiais integrantes da 11ª COORPIN de Barreiras, que identificaram em minuciosos detalhes, a materialidade e autoria do crime de latrocínio.20151021055255 (2)_opt

O autor não só confessou a ação delitiva, como apontou onde havia ocultado o corpo da vítima, e principalmente, indicou os locais onde havia deixado os pertences da mesma. “Não poderia deixar de agradecer aos delegados Joaquim Rodrigues e Carlos Freitas, que de pronto, encaminharam ao local, os policiais civis da 1ª DT de Barreiras e da Coordenadoria, garantindo não só a integridade física do preso, mas também a coleta de provas”. Comentou.20151021055255 (1)_opt

O delegado ainda ressaltou a Importante participação da Polícia Militar na preservação do local do crime, do Corpo de Bombeiros no resgate do corpo e da Polícia Técnica na realização da perícia e remoção do corpo. “Assim sendo, não há como negar o brilhante trabalho policial, que só vem enaltecer as forças policiais no combate à criminalidade, na busca incansável por justiça e pelo bem da sociedade. Meu muito obrigado a todos”, finalizou.

A professora desapareceu na segunda-feira, 19, ao sair para dar aula em uma escola pública do povoado de Perdizes, São Deisidério.

O criminoso é desertor da aeronáutica e era casado com uma sobrinha de Edileuza, a quem matou para roubar.

Postagem: Joselia Brito

Alô Alô Salomão

REAL-CALÇADOS-659x3471-659x347