POLICIAIS EVITAM FUGA EM MASSA NA CADEIA PÚBLICA DE BARREIRAS

IMG-20151231-WA0009_opt

Agentes Investigadores da Polícia Civil de Barreiras abortaram nesta quinta-feira (31) uma tentativa de fuga na cadeia pública do bairro Aratu. De acordo com o policial civil Felipe, a fuga foi descoberta durante à noite por volta das 20h 00.

Os agentes descobriram um buraco no paredão da unidade prisional, que tém aproximadamente 80 cm de expessura. Eles contam que houve correria e muita tensão após a descoberta do buraco havendo necessidade de acionar a Polícia Militar para conter os rebelados.

IMG-20151231-WA0007_opt

“Percebemos a escavação por causa do barulho e redobramos a atenção na área externa do pavilhão de detenção. Alguns detentos mais audaciosos tentaram resistir a repreensão de nossa equipe de segurança, mas apesar disso, não foi necessário usar a força para impedir a ação dos encarcerados.

A cadeia do bairro Aratu está superlotada e delegado e agentes de polícia aguardam a entrega do Centro de Detenção Provisória, adiada pelo menos três vezes, apesar da obra já está pronta.
Quando veio ao município de Barreiras, em 27 de setembro de 2013, o secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização da Bahia, Nestor Duarte, afirmou que as obras do Presídio seriam realizadas em um prazo de sete meses, após a liberação, pela Secretaria do Tesouro Nacional, do financiamento autorizado pela Assembleia Legislativa e negociado pelo governo estadual com o Banco do Brasil. A inauguração continua sendo aguardada.

IMG-20151231-WA0010_opt

Delegados, escrivães e agentes da Polícia Civil reclamam do atraso e relatam problemas graves com a população carcerária local, devido a falta de estrutura, superlotação e a inexistência de um trabalho para ressocialização do detento.

Alô Alô Salomão

Uno-tenis_opt