POVOADOS EM CORRENTINA APOIAM NOVO EMPREENDIMENTO DO GRUPO MIZOTE

Image00002

O Grupo Mizote promoveu no último domingo (17) uma reunião com os povoados da Agrovila I e Santo Antônio, em Correntina, no oeste da Bahia para apresentar o empreendimento Fazenda Barra Velha, em fase de licenciamento ambiental, destinado à produção de soja, algodão, milho, arroz em sequeiro, além de pecuária. Cerca de 80 moradores estiveram presentes ao encontro e demonstraram apoio ao projeto, que segundo eles, trará renda e emprego direto para os povoados e desenvolvimento econômico social como a melhoria das condições das estradas e menor evasão dos moradores do campo para as cidades.

Image00005

O morador da Agrovila I, Aberivaldo Santos Lauro, 27, enfatizou que a reunião esclareceu os principais pontos que preocupavam os moradores de Correntina. “Além do fato do plantio ser sequeiro, e não utilizar pivôs para retirar água dos rios, o plantio na fazenda vai utilizar a técnica do plantio direto, que não agride tanto o solo quanto o sistema convencional”, reforça o morador, que trabalha em uma fazenda em Correntina. No Plantio Direto, o cultivo é feito sem revirar o solo utilizando a palhada ou a cobertura vegetal das culturas anteriores, o que ajuda a proteger o solo da erosão e otimiza e melhora a retenção de água e nutrientes no solo.

Além do desenvolvimento econômico e social, com a geração de 285 empregos diretos e 600 indiretos, a Fazenda Barra Velha contempla em seu projeto de licenciamento ambiental a conservação do meio ambiente. Gildásio Moreira Beda, 67, também da Agrovila I, se declarou favorável ao empreendimento por causa do desenvolvimento, sem agredir ao meio ambiente. “Temos confiança no projeto por ser do Grupo Mizote, pois visitamos a sede, e pudemos conhecer mais do trabalho. Sabemos do respeito à lei e ao meio ambiente em todas as fazendas”, afirma.

Meio Ambiente – Além do respeito à legislação ambiental, com a destinação de áreas de cerrado como a Reserva Legal e Áreas de Preservação Permanente (APP´s), o projeto da Fazenda Barra Velha garantirá a proteção das margens do rio do Meio e rio Santo Antônio, que passam nos limites da propriedade, em Correntina. O coordenador de planejamento do Grupo Mizote, Rogério Lustosa, explicou aos moradores que o projeto prevê a formação de três corredores ecológicos que vão ligar as reservas facilitando o trânsito da fauna na propriedade. “Embora a distância legal mínima da vegetação que fica às margens dos rios, em Correntina seja 200 metros, serão preservados aproximadamente 800 metros de faixa contínua. No total, cerca de 14 mil hectares serão preservados, ou seja, 36% de toda a propriedade”, afirma.

Sobre o Grupo Mizote – Instalado na região oeste da Bahia, desde 1984, o Grupo Mizote tem a sua sede administrativa em Barreiras, e com unidades de produção no distrito de Roda Velha, em São Desidério. Conta atualmente com cerca de 280 colaboradores fixos, e cerca de 60 colaboradores safristas e parcerias com diversas empresas prestadoras de serviços na região. Produz algodão, milho e soja comercializados nos mercados interno e externo.

Por: ARATICUM

Alô Alô Salomão

 

casas baian nova