PREFEITO ANTONIO HENRIQUE PARTICIPA DO LANÇAMENTO DO PLANO DESENVOLVIMENTO DO MATOPIBA

antonio h_opt

A Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, lançou hoje (15), em Luis Eduardo Magalhães, o Plano de Desenvolvimento Agropecuário do Matopiba, região que compreende municípios dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. A solenidade ocorreu no Centro de Coordenação Regional do Senar, com a presença do governador Rui Costa, deputados estaduais, prefeitos da região e o prefeito de Barreiras Antonio Henrique acompanhado dos secretários municipais Ozimar Amorim, Antonia Pedrosa, Regina Figueiredo, Nailton Almeida, Pedro Antonio Oliveira Neto, Diana Macedo, o chefe de gabinete Dourivaldo Aquino e o Assessor de Comunicação Adalto Soares.

antonio h2_opt

O objetivo do Plano é impulsionar o desenvolvimento econômico da região do Cerrado, incluindo tanto grandes como os pequenos produtores, de forma sustentável e integrada. De acordo com a ministra, 70% do que é produzido no país vem de apenas 10% dos produtores rurais que são da classe A e B. Com a criação do Matopiba, é possível unir os produtores e fazer crescer uma classe média rural, com investimentos em infraestrutura. Para isso, será necessário construir estradas, abrir ferrovias, utilizar portos e também focar em tecnologia e assistência técnica.

“O Oeste da Bahia é uma região favorável em todos recursos para a agricultura mecanizável e de sequeiro. Temos é que injetar recursos para o carro andar mais rápido. Muito se fala no ajuste fiscal, mas não se pode podar o desenvolvimento. Temos recursos garantidos. O agronegócio fará a engrenagem girar. Vamos dar o suporte necessário e ensinar a produzir mais ainda”, disse a ministra Kátia Abreu.

Durante o evento, a ministra também anunciou a doação de nove tratores para municípios baianos e a aquisição pelo Mapa de uma perfuratriz e de um caminhão que ficarão à disposição da Superintendência Federal de Agricultura da Bahia.
Além disso, prefeitos baianos assinaram um termo de adesão às metas que vão compor o programa nacional voltado para ampliação e fortalecimento da classe média do campo. Entre as metas, está buscar ativamente produtores rurais e garantir assistência técnica e extensão rural.

Uma das medidas que deverá impulsionar os agricultores da região é a criação de uma agência de desenvolvimento voltada para tecnologia com forte investimento em capacitação, inovação, pesquisa, agricultura de precisão e assistência técnica. O formato da futura agência tem sido discutido entre o ministério e representantes dos estados, da iniciativa privada e de instituições de pesquisa e de ensino.

O prefeito Antonio Henrique após a assinatura do termo disse que “com o investimento nos municípios do cerrado baiano, temos a chance de impulsionar a produção de grandes, médios e pequenos produtores do Vale, que produzem frutas, grãos, ovinos, bovinos, caprinos, peixes e outros, além de atender questões que vão melhorar a infraestrutura para escoamento da safra”, concluiu o prefeito.

Por: Michela Rodriguez

Postagem: Joselia Brito

Alô Alô Salomão

REAL CALÇADOS