PRESIDENTE DA CÂMARA DENUNCIA QUE PREFEITO QUER DEMOLIR ESCOLA E POSTO DE SAÚDE NO BAIRRO VILA BRASIL

Tito - tvwebbarreiras_opt

Na tarde desta quarta-feira (29/07/2015), o presidente da Câmara de Barreiras vereador Tito (PDT), denunciou que prepostos da prefeitura capitaneados pelo secretário municipal de educação Cosme Wilson, por ordem do prefeito, estiveram na Escola Municipal Deputado Juarez de Souza no Bairro Vila Brasil para comunicar aos professores que a escola será demolida para dar lugar à ampliação da praça do bairro.

20150730_090021_opt

Segundo o vereador Tito a decisão do prefeito é demolir além da escola que está em pleno funcionamento, com alunos, professores e servidores, também é demolir o posto de saúde Dr. Daniel Bueno Teixeirense, que está construído há décadas na mesma praça e ao lado da escola e que presta atendimento médico para além dos moradores do Bairro Vila Brasil a outros moradores dos vários outros bairros circunvizinhos.

A Escola Municipal Deputado Juarez de Souza atende a população do Bairro Vila Brasil há mais de 35 anos, com 7 salas de aulas, laboratório de informática, cozinha, área de lazer e pátio. A escola é toda murada e já faz parte da história do bairro e do município, vez que iniciou-se estadual e depois de muita luta há mais de 25 anos, da diretora da época juntamente com todos os professores, se mobilizaram e conseguiram municipalizá-la, quando havia a possibilidade de fechamento da escola.

Mesmo com uma história gloriosa, a Escola Municipal Deputado Juarez de Souza que atende a mais de 200 crianças pela força e determinação dos seus professores e servidores, porque da parte da Secretaria Municipal de Educação e da Prefeitura a escola é mantida atualmente sem qualquer investimento em sua melhoria, pois o piso de todas as salas estão danificados, no laboratório são 8 computadores estragados há meses, pias danificadas, área de lazer sem cobertura, salas sem forro e com os ventiladores quebrados, não ha sala de professores, secretaria improvisada, sem cortinas nas janelas das salas, e com os banheiros sem porta papel e com os vasos sanitários sem assento plástico, um descaso do governo, mas que com boa vontade e compromisso poderia ser facilmente resolvido pela prefeitura.

Agora, ao invés de fazer os investimentos necessários na melhoria da escola, não, a prefeitura quer agravar o problema do ensino no bairro, quer absurdamente demolir a escola e o posto de saúde para ampliar uma praça que já é uma das maiores de todo o município. Escola não se derruba prefeito, se constrói.

Mas a população deve saber por que, primeiro pela falta de compromisso desse governo com a educação das crianças, e segundo, porque a Praça Joaquim Neto na Vila Brasil só está sendo reformada porque quem está pagando a conta é o empresário José Carlos Marinho, da Construtora Premium, que está fazendo uma compensação financeira superior aos cento e oitenta mil reais perante a prefeitura, porque se dependesse do governo a praça continuaria abandonada.

A população cobra e tem o direito de ter uma praça reformada e acessível, e a terá, pois a prefeitura tem a obrigação de fazer, como já deveria ter feito há muito, agora, a população não aceitará é a ação de demolir essa importante escola e esse importante posto de saúde do Bairro, de modo desnecessário e injustificado, em prejuízo ao patrimônio público e a todos nós moradores.

Os moradores não foram consultados, nem os professores, alunos, tampouco o Conselho Municipal de Educação e o de Saúde que deverão se posicionar urgentemente. A ordem é para já não ter mais aula na sexta-feira (31/07/2015) e mesmo sem qualquer aviso prévio aos pais e alunos pretendem transferir todos os móveis e equipamentos da escola para o galpão da Igreja Católica São José no Bairro Vila Brasil, para que as aulas de centenas de alunos sejam iniciadas num galpão já na próxima segunda-feira. Uma vergonha! Resta saber se a Diocese de Barreiras tem conhecimento de tal absurda iniciativa da prefeitura e se irá ceder o galpão para tal fim.

Na condição de presidente da Câmara e no uso das prerrogativas legais que cabem ao Poder Legislativo, que a Câmara Municipal de Barreiras está acionando o Ministério Público Estadual e Federal ainda hoje, além do Conselho Municipal de Educação e de Saúde para intervirem imediatamente contra essa tentativa da prefeitura de demolir a escola e o posto de saúde, bem como adotará as medidas legais necessárias para que se apurarem as responsabilidades, disse o Presidente Tito.

Por: Ascom Câmara Municipal de Barreiras.

Postagem: Joselia Brito

Alô Alô Salomão

nélio-659x439