PROFESSORA DESCONFIA QUE SEU IRMÃO MORREU POR INTOXICAÇÃO E SOLICITA INVESTIGAÇÃO POLICIAL

Image00002

O corpo do eletricista Geová Alves Pereira, de 57 anos já estava sendo velado quando sua irmã Maria de Lourdes Souza, de 60 anos solicitou a realização de uma perícia do DPT de Barreiras para descobrir o que provocou sua morte.

Ela desconfia que seu irmão tenha morrido por envenenamento, mas o médico plantonista do posto de saúde 24 horas atestou como causa: infarto fulminante do miocárdio. Para tirar as dúvidas da família o delegado Arnaldo Monte determinou que o corpo fosse transladado para realização de perícia da polícia científica.

A necropsia foi realizada neste domingo, 06, no necrotério do Complexo Policial do bairro Aratu, porém em busca de um laudo pericial mais criterioso do caso, o médico legista coletou material de pesquisa do cadáver para análise laboratorial em Salvador.

Maria também recebeu informações de que Geová havia ingerido Viagra – substância que estimula o ‘apetite sexual’ e fez consumo de bebidas alcoólicas. Razão pela qual decidiu pedir à polícia que realizasse autópsia no corpo da vítima.

Alô Alô Salomão

 

Image00002