REGRAS PARA FUNCIONAMENTO DE FARMÁCIAS E DROGARIAS SERÃO INTENSIFICADAS EM BARREIRAS

Image00005

O presidente do Conselho Regional de Farmácias Mario Martinelle Junior visitou o município de Barreiras nesta terça-feira, 22, para analisar os trabalhos da Vigilância Sanitária do Município, quanto à fiscalização nos estabelecimentos farmacêuticos, no combate as irregularidades nas farmácias e drogarias da cidade.

Em conversa com o repórter Roberto Rezende, no programa Ligação Direta da Rádio Vale, ele falou sobre a aprovação do projeto de Lei que controla o exercício e a fiscalização das atividades farmacêuticas no Brasil. O novo Código determinará que as farmácias se tornem uma “unidade de prestação de serviços para assistência à saúde e orientação sanitária individual e coletiva”, deixando de ser um estabelecimento comercial comum.

Exige também a presença permanente de um farmacêutico, tecnicamente habilitado e exclusivo durante todo o horário de funcionamento da farmácia. “A gente vinha seguindo essa regra, antes mesmo do senado aprovar a nova lei. Possuímos 44 farmácias e 91 farmacêuticos habilitados no município”, observou Márcio Pitta, diretor da Vigilância Sanitária local.

No encontro com o presidente do CRF, Márcio falou sobre a necessidade de intensificar a fiscalização nas farmácias para verificar se as normas de armazenamento e garantia da qualidade dos remédios estão realmente sendo respeitadas no município. Nesse trabalho, ele pretende solicitar apoio do Ministério Público, Anvisa e Polícia Federal.

Ainda destacou a importância de medir a temperatura de medicamentos, objetivando constatar o estado de conservação; armazenamento adequado para remédios vencidos e vislumbra exigir a instalação de portas de correr e climatizadores nas farmácias, para melhor conservação dos produtos comercializados. “Outros detalhes, é que não podemos admitir a venda de medicamento sem receita e de origem duvidosa, especialmente os importados”.

Alô Alô Salomão

 

OESTE SHOPPING BARREIRAS