RESUMO DE OCORRÊNCIAS POLICIAIS DESTA QUARTA – FEIRA

Image00003

Um aposentado de 85 anos revelou a Polícia Civil que a dupla de bandidos de altura média e cor parda chegou a sua residência na Rua deputado Amaral Neto, bairro Jardim Ouro Branco, usando capacetes de cor vermelha e portando um revólver de calibre desconhecido.

Um dos marginais chamou o idoso pelo nome, e invadiu a casa com o seu comparsa, assim que a porta foi aberta. Alegaram que estavam à procura de uma arma e imediatamente anunciaram o assalto.

Eles roubaram a quantia de R$ 101.910,00, um aparelho celular e ainda agrediram a vítima, que chegou na delegacia com lesões no peito e braço direito em consequência dos atos de tortura sofridos.

2º CASO

MENORES DENUNCIADOS POR ASSALTOS SÃO DETIDOS NO BAIRRO VILA RICA

Durante rondas por volta das 17h 50 desta terça-feira, 01, a guarnição foi informada de que dois elementos ao avistarem a viatura, haviam jogado uma arma de fogo em um matagal e saíram em fuga. Quando os policiais retornaram para averiguar o caso, receberam denúncias de populares sobre o local e a procedência dos suspeitos que ali estavam.

Ao entrar na residência, a equipe da PM encontrou em poder dos adolescentes de 14 e 16 anos, apenas uma pistola de brinquedo, mas os moradores do bairro revelaram que os menores vinham praticando diversos assaltos no bairro e se refugiavam na residência onde foram apreendidos, na Rua Duque de Caxias, bairro Vila Rica.

3º CASO

MULHER É DENUNCIADA POR AGREDIR PROFESSORA MORALMENTE DENTRO DA ESCOLA

A professora E.P. S. B, de 47 anos, denunciou M. E. B.S., que por volta das 16h 00 desta terça-feira, 01 foi ao seu local de trabalho, na escola Paulo Machado, no bairro Vila Rica, onde a agrediu com palavras humilhantes e ofensivas.

A acusada se dirigiu a sala da coordenação da unidade de ensino e mencionou a seguinte pergunta: “esta vagabunda vai trabalhar nesta escola, eu não quero que ela seja professora de minha filha, esta vagabunda tomou o marido de minha mãe”. Sendo que as
palavras foram proferidas na presença de diversos colegas de trabalho e alunos, causando constrangimento a educadora.

4º CASO

QUADRILHA FAZ MOTORISTA REFÉM E ASSALTA CAMINHÃO E CARGA NA SERRA DO “SACO”

O motorista Kleiton Eduardo Barboza, de 32 anos teve uma carreta Mercedes Benz e a carga roubadas na Serra do Saco, na BR 242, rodovia que liga a cidade de Barreiras a Salvador, por volta das 19h 30 de segunda-feira, 31.
O veículo de cor cinza, placa NVX 5009, de Rio Verde- GO, segundo a Polícia Civil de Barreiras, transportava “Grits”. Kleiton foi interceptado por quatro elementos desconhecidos, todos armados, a bordo de um veículo Meriva de cor preta.
Eles deflagraram vários tiros pra cima, obrigando o motorista parar o caminhão. Imediatamente dois elementos entraram na carreta, assumiram a direção e seguiram por uma estrada vicinal numa distância não mencionada pelo motorista, onde descarregaram os produtos no chão, logo após, voltaram a viajar com ele por lugares desconhecidos, o abandonando horas depois.

Também ressaltou que no interior do caminhão havia dois aparelhos celulares, documentos da carreta, do cavalinho e R$ 500.00 (quinhentos reais em espécie) que foram roubados.
Alô Alô Salomão

5º CASO

MENOR É ASSALTADO NO CENTRO DE BARREIRAS

O técnico em agronomia Marcos Roberto, de 43 anos, denunciou o roubo de um aparelho celular do seu filho menor de idade, na Rua Planalto, Centro de Barreiras, por volta das 12h 15 desta terça-feira, 01.

Ele foi abordado por um indivíduo de estatura mediana, cor parda, tipo físico forte, com brincos nas orelhas, olhos castanhos a bordo de uma bicicleta cor rosa, que mediante grave ameaça subtraiu o aparelho celular do menor.

6º CASO

CONSTRUTORA DO CENTRO DE DETENÇÃO PROVISÓRIA DE BARREIRAS DENUNCIA MEMBROS DO SINDIOESTE

À encarregada do departamento de recursos humanos da empresa Verdi Sistemas Construtivos S/A, a senhora Marcilia Maria de Oliveira Menezes, denunciou membros do SINDIOESTE – Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil do Oeste da Bahia, porque segundo ela, impediram a passagem do ônibus que transportava trabalhadores do canteiro de obras do Centro de Detenção Provisória de Barreiras, que está sendo construído pela empresa.
Observou que os grevistas impediram os trabalhadores de exercerem o direito de locomoção previsto no Art. 5º, inciso XV, da constituição da República Federativa do Brasil.

7º CASO

MENOR ESTÁ DESAPARECIDA HÁ NOVE DIAS

A senhora Aldenora de Melo Alves alega que sua filha menor de idade, de nome Aline de Melo Alves, saiu de sua residência na Rua Paraíso, bairro São Pedro, na terça-feira, 29 e até a presente data (02/04/2014) não retornou. Salienta tê-la visto nas imediações do bairro onde mora, mas quando lhe chamou pelo nome, simplesmente saiu correndo.

Alô Alô Salomão

 

REALIZE SEU SONHO! SAIA DO ALUGUEL