RUI REZENDE LANÇOU LIVRO RODEADO DE AMIGOS E DA BELEZA NATURAL

Image00002

Muita gente compareceu ao Forte Santo Antônio da Barra (Farol da Barra), na noite de ontem (sábado) para prestigiar o lançamento do 4º livro de Rui Rezende – Oeste da Bahia – O Novo Mundo. Rodeado pela força da natureza, que é justamente o que move os seus trabalhos, e com um som agradável de uma música ao vivo, o fotógrafo passou bom tempo do evento na sessão de autógrafos. Se o clima de emoção já estava no ar, o ponto alto foi a chegada da piloto Ana Maira, que estava com ele na hora do grave acidente de avião. Animados eles posaram para fotos e ela voltou para casa com um livro autografado em mãos. Na ocasião, os presentes tiveram acesso à exposição fotográfica e exibição de um vídeo com cenas do making off, no melhor estilo Road Movie.
Image00003

Sobre Rui Rezende e seu livro novo

Depois de sofrer um grave acidente de avião enquanto fazia fotos para o seu novo livro, na região oeste da Bahia, e ficar 10 dias em coma induzido e 140 dias se recuperando de lesões, o fotógrafo, finalmente lançou o livro Oeste da Bahia – O Novo Mundo, que acaba de sair do forno. Um trabalho incessante, que durou 3 anos e meio de pesquisa in loco e conta a história da região através de 228 imagens e textos de Cícero Felix, editor chefe da Revista A.
Image00004

O retratista, como Rui gosta de ser chamado, sobrevoava uma plantação de algodão, com objetivo de realizar um registro panorâmico de um desenho gigante que foi desenhado no chão do terreno pelo próprio fotógrafo, com a ajuda de uma colheitadeira, quando o avião caiu. Apesar da pausa para recuperação pós-acidente, o trabalho está pronto e traz um registro memorável desta região tão rica em beleza e tão pouco registrada iconograficamente.
Image00001

Rui Rezende clicou mais de 50 mil fotos do oeste da Bahia. De carro percorreu mais de 130 mil km e somou, ainda, mais de 50 horas de voo. Ele justifica o projeto citando a dimensão que a região oeste representa para a Bahia e para o Brasil. Na área registrada caberiam três estados brasileiros: Espírito Santo, Sergipe e Rio de Janeiro, além de fazer fronteira com Minas Gerais, Tocantins, Goiás, Piauí e Pernambuco. Ao todo foram visitados 35 municípios da face oeste do Rio São Francisco. O projeto conta com o incentivo da Lei Rouanet e o patrocínio da Galvani Fertilizantes.

O espírito aventureiro e desbravador, que possibilitou à descoberta de imagens ainda desconhecidas, é uma característica marcante na vida do fotógrafo baiano Rui Rezende. Também foi assim em seu primeiro livro – Chapada Diamantina, Um Paraíso Desconhecido em 2012. Outra vertente do seu trabalho, ainda como retratista da natureza, é produzir imagens abstratas explorando mais seu olhar artístico e neste tema, centenas de suas fotos foram utilizadas em vários projetos de Arquitetura e Decoração no cenário nacional, inclusive mostras de decoração.

Percorrer as trilhas traçadas pela natureza e fazer desse passeio um importante e valioso registro, este é o desafio do fotógrafo que, com sensibilidade e técnica incontestáveis, consegue perpetuar o momento exato, mágico, imortalizando e tornando visível o que muitos não conseguiriam enxergar. Essa é a verdadeira alquimia da arte da fotografia. E é justamente nessa metamorfose que se concentra o olhar e o talento de Rui Rezende!

Por: Assessoria de Imprensa(MC)
Alô Alô Salomão

Águia