SECRETÁRIA DE SAÚDE DE LUÍS EDUARDO MAGALHÃES INTENSIFICA VACINAÇÃO CONTRA HPV

B

A infecção pelo HPV é a principal responsável pelo câncer do colo de útero. Segundo o Ministério da Saúde a cada ano, no Brasil, surgem 15 mil novos casos e 5 mil mulheres morrem. A vacina é a principal forma de prevenção, por isso é importante que toda a menina de 9 a 13 anos receba as três doses da vacina HPV.

Com o objetivo de reforçar as ações de prevenção do câncer do colo de útero no município e dar continuidade à estratégia de vacinação contra o papilomavírus humano HPV, a Secretaria Municipal de Saúde, através da Diretoria de Vigilância em Saúde intensificará a vacinação contra a doença em todas as Unidade Básicas de Saúde e na sala de imunização do Hospital e Maternidade Gileno de Sá.

“A vacinação contra o HPV é segura, eficaz, de graça e está incluída no Calendário Nacional de Vacinação”, comentou o Diretor de Vigilância em Saúde, José Lima. “Orientamos aos senhores pais, que não deixem de levar suas filhas para tomarem a primeira dose ou para dar seguimento na segunda dose da vacina”, continuou Lima.

O que é o HPV – São vírus capazes de infectar a pele ou as mucosas. Há mais de 150 diferentes tipos de HPV – 40 deles podem infectar o trato genital. Alguns tipos de HPV podem provocar câncer e outros podem causar verrugas genitais. Os tipos 16 e 18 causam em torno de 70% dos casos de câncer do colo de útero e os tipos 6 e 11 são encontrados na maioria das verrugas genitais. Estudos mostram que a vacina tem maior eficácia se for administrada em adolescentes que ainda não foram expostas ao vírus, pois nesta idade há maior produção de anticorpos contra os HPV que estão incluídos na vacina.

Fonte: ASCOM/LEM

Alô Alô Salomão

 

Raquel Móveis jpeg_opt