SECRETARIA DE SAÚDE REALIZA CAMPANHA DE HANSENÍASE E VERMINOSES EM ESCOLAS MUNICIPAIS DE LUÍS EDUARDO MAGALHÃES

A meta é atender aproximadamente 13 mil estudantes entre 5 a 14 anos_opt

A Secretaria de Saúde, através da Diretoria de Vigilância Epidemiológica e em parceria com a Secretaria de Educação realiza até o dia 10 de outubro, a Campanha Nacional de Hanseníase e Geohelmintíases (verminoses) nas escolas municipais de Luís Eduardo Magalhães.

Os objetivos da campanha nas escolas são a busca ativa para a identificação e tratamento da hanseníase, redução a carga parasitária de geohelmintíases nos escolares e mobilização e orientação de professores e estudantes sobre as infecções. A meta é atender aproximadamente 13 mil estudantes entre 5 a 14 anos, que segundo o Ministério da Saúde, apresenta maior vulnerabilidade às infecções.

“Vamos fornecer a todos os alunos do município a medicação Albendazol de 400mg para o tratamento coletivo de verminoses e os estudantes com casos suspeitos de hanseníase serão encaminhados à rede básica de saúde para a confirmação do diagnóstico e tratamento”, explicou a enfermeira Fernanda Barros, responsável pela campanha no município.

Sobre as doenças – As geohelmintíases são infecções causadas por parasitas que se desenvolvem no trato intestinal humano e que passam parte de seu ciclo de vida no solo, acarretando sua contaminação, bem como da água e de alimentos com os ovos ou larvas desses agentes. O tratamento é simples e realizado com medicamentos de uso oral, de amplo espectro.

Já a hanseníase é uma doença infecto-contagiosa, de evolução lenta, que se manifesta principalmente através de sinais e sintomas dermatoneurológicos: lesões na pele e nos nervos periféricos, principalmente nos olhos, mãos e pés. O diagnostico precoce da hanseníase e o seu tratamento adequado evitam a evolução da doença e conseqüentemente impedem a instalação das incapacidades físicas por ela provocadas.

Por: Ascom/LEM

Postagem: Joselia Brito

Alô Alô Salomão

top park unnamed (1)_opt