SUSPEITO DE ESTUPRAR ESTUDANTE UNIVERSITÁRIA É PRESO PELA POLÍCIA MILITAR EM BARREIRAS

A 1ª Delegacia Territorial de Barreiras está investigando denúncia de estupro contra uma estudante universitária de aproximadamente 20 anos, no trecho entre a Rua Severino Vieira e Praça Anphilófio Lopes, Centro Histórico, Barreiras – BA (conhecida Praça do Germano). Segundo a Polícia Civil, a vítima declarou em depoimento que foi rendida e violentada há mais ou menos 20 dias.

Um jovem suspeito do crime foi preso por policiais da 84ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), nas imediações da Rua Humaitá, próximo ao local onde a acadêmica diz que sofreu o ato de violência sexual. Sua permanência no xadrez obedece a um Mandado de Prisão Temporária expedido pela Justiça da comarca do município e tem validade de cinco dias com possibilidade de ser prorrogado por igual período, enquanto a polícia judiciária e o Ministério Público concluem as investigações.

Para preservar identidades do suposto autor e principalmente da vítima, o delegado José Romero está apurando o caso em segredo de Justiça, mas segundo informações do tenente Eder de Souza Santos da Polícia Militar, existem fortes indícios que sustentam as hipóteses levantadas contra o rapaz incriminado. Também observa que o mesmo possui mais ou menos 30 anos, tem passagens pela cadeia do município e foi flagrado com um cigarro de maconha ao receber voz de prisão. Não há previsão para a equipe do Serviço de Investigação (SI) concluir o Inquérito Policial (IP).

Um tio do detido esteve na delegacia na manhã desta quinta-feira (14) em busca de informações sobre a apuração do crime e declarou que a notícia foi recebida com surpresa por seus familiares. “Não vemos ele com esse perfil de estuprador, e, além dos mais, quando falamos que uma moça tinha sido estuprada na área, ele comentou que estuprador merecia era morrer”, comentou o cidadão que prefere não identificar-se.

Postagem: Maicon Dias

Alô Alô Salomão