Trágico acidente mata pelo menos duas pessoas e deixa vários feridos em Riachão das Neves

Informações policiais dão conta que, o tombamento de um caminhão carregado de grãos e colisão múltipla de uma carreta contra um caminhão que transportava blocos e com outros veículos não identificados, provocou mortes de pelo menos duas pessoas na serra de Riachão das Neves, na BR 135, rodovia de acesso a Barreiras, no início da noite desta quarta-feira (08). Segundo informações preliminares, policiais rodoviários federais e populares que estavam na rodovia, após tombamento do caminhão, que derramou uma carga de grãos sobre a pista, foram atropelados por uma carreta, que atingiu um caminhão de blocos, viatura da PRF e outros veículos de dados não identificados.

Há relatos de dois óbitos confirmados no local do acidente, do professor Pedro Antonio, conhecido popularmente por “Pedrinho” e Carlos, apelidado de “Carlinhos”. Ambos moravam nas proximidades do Colégio Rodolfo de Queiroz, em Riachão das Neves. Ainda não há notícia concreta do número de feridos. Um dos sobreviventes de prenome Geraldo sofreu graves lesões e fraturas nas pernas. Dois policiais rodoviários se feriram, mas estão fora de perigo. Ambos receberam atendimento no hospital de Riachão das Neves.

Equipes do Corpo de Bombeiros, policiais rodoviários e agentes do SAMU de Barreiras foram acionadas para reforçar o trabalho de resgate e socorro das vítimas, que devem ser encaminhadas para o hospital municipal de Riachão das Neves ou unidades de saúde de Barreiras.

Ainda não há informações detalhadas sobre as causas do acidente, mas segundo informações policiais, o condutor da carreta não percebeu a pista sinalizada e manteve alta velocidade na descida da serra, e naquele instante, algumas das vítimas estavam saqueando a carga de grãos.

O acidente provocou quilômetros de congestionamento nos dois sentidos da rodovia (BR-135), que liga o Oeste da Bahia a vários estados do nordeste e Centro-Oeste do Brasil. O trecho teve que ser interditado para resgate das pessoas e retirada de veículos e cargas derramadas nas pistas.

Fotos sociais

Alô Alô Salomão