VI Oeste Genética é aberta com o desafio de incentivar o pecuarista a profissionalizar a gestão dos negócios

A sexta edição da Feira Oeste Genética e o XVI Fórum de Pecuária foram abertos nesta sexta-feira (23), com o propósito de apresentar novas tecnologias para a pecuária do Oeste da Bahia e incentivar os pecuaristas regionais a investiram na profissionalização da gestão dos seus negócios. A cerimônia que abriu os trabalhos aconteceu no Tatersal Deputado Sebastião Ferreira, no Parque de Exposições Engenheiro Geraldo Rocha e contou com a presença de organizadores, estudantes, pesquisadores e técnicos do setor agropecuário.

Representando o prefeito Zito Barbosa, a vice-prefeita Karlúcia Macêdo destacou que pelo fato do Brasil concentrar o maior rebanho comercial do mundo, necessita do apoio e de parcerias para fazer da atividade pujante e sustentável, com profissionalização. “A tecnologia é fundamental para fazer da pecuária, que há tempos deixou de ser uma atividade de subsistência, em um negócio capaz de gerar bons resultados econômicos para os criadores. Para a Prefeitura, participar desta parceria que busca uma pecuária cada vez mais fortalecida com sustentabilidade, é uma honra. Estaremos sempre presentes e apoiando inciativas que promovam a melhoria da qualidade de vida da população”, disse.

O presidente interino da Associação dos Criadores de Gado do Oeste da Bahia (Acrioeste) – entidade realizadora do evento junto com a Prefeitura de Barreiras -, José Maria de Albuquerque Júnior, foi direto ao ponto de destaque do evento. “Nosso maior desafio hoje não é tecnologia, isso temos junto às Universidades e empresas de pesquisas, tampouco fatores climáticos porque nossa região possui um clima favorável para a atividade. Nossa meta é fazer com que o produtor acredite nesta tecnologia e mude sua forma de administrar os negócios, essa sim é nossa proposta com este evento. Sabemos que gerir o negócio com profissionalismo é imprescindível para o fortalecimento e a eficiência da pecuária regional”, disse.

O pecuarista com tradição na atividade no Oeste baiano e diretor de eventos da Acrioeste, Antônio Balbino de Carvalho Neto, reforçou as palavras de José Maria destacando que a Oeste Genética nasceu pela necessidade de oferecer este apoio técnico aos criadores. “Esta parceria entre Prefeitura e a Acrioeste é pela melhoria da pecuária regional, e assim como a agricultura no Oeste se fortaleceu e hoje é destaque mundial, a Oeste Genética quer oferecer aos pecuaristas locais um espaço de apoio e troca de experiências para fazer da atividade, tão forte quanto a agricultura”, destacou.

Ao destacar a importância da agropecuária para o Oeste baiano, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras, Moisés Schmidt reforçou a importância das parcerias e da realização de eventos como o Oeste Genética. “O que temos observado é que a pecuária também vem adotando as tecnologias esperada e hoje no Oeste da Bahia temos excelentes representantes. Esse evento é sem dúvida necessário e vem pra contribuir com a pujança desse setor”, comentou Schmidt.

Após a abertura oficial, a programação teve sequência com a palestra “Eficiência Alimentar”, proferida pelo médico veterinário, Frederico Bessa. Até o domingo (25), o evento oferecerá aos interessados, um cardápio de palestras, eventos técnicos, mesas redondas e debate. Destaque ainda para o Leilão Acrioeste Bezerras, Bezerros para Cria, Recria e Engorda, no sábado (24) e o 13º Leilão da Prova de Ganho de Peso à Pasto, no domingo (25) e transmissão ao vivo pelo Canal do Boi.

Além da vice-prefeita Karlúcia Macêdo, do diretor de eventos da Acrioeste, Antônio Balbino de Carvalho Neto, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras, Moises Schimdt, presidente interino da Acrioeste, José Maria de Albuquerque Júnior, o secretário de agricultura de Barreiras, José Marques, o subsecretário Rider Castro e a vereadora Beza compuseram a mesa de abertura.

 

 

 

Dircom/PMB – 23.11.2018

Alô Alô Salomão