XUXA MORRE AO CAIR EM CANAL DE ESGOTO DO BAIRRO SANTA LUZIA

Image00003

O desportista barreirense Rildo Alves Barbosa, 48 anos, conhecido por ‘Xuxa’ foi encontrado morto na manhã deste domingo, 02, no canal de escoamento de águas pluviais e esgotamento sanitário do bairro Santa Luzia, ao lado de uma ponte nas proximidades da igreja Pentecostal Herdeiros das Promessas de Deus.

Image00004

Perto do corpo havia uma bicicleta feminina, uma camiseta vermelha e uma boina preta. Suspeita-se que ele tenha caído acidentalmente no local. O corpo não apresentava sinais de violência, mas a perita Sandra Tosta constatou profunda lesão e fratura no osso frontal da cabeça da vítima, a qual pode ter batido contra a parede de concreto do conduto, caindo numa altura de aproximadamente três metros.

Image00001

Os moradores alegam que várias pessoas já se acidentaram no mesmo local. O canal construído há décadas é totalmente aberto, muito profundo, a ponte é estreita e não possui proteção nas laterais. “Eu já ajudei socorrer várias pessoas que caíram aí dentro de bicicleta, moto, a pés e até de carro, mas ninguém toma providências!”, reclamou um dos moradores de nome Fernando Valgueiro.

Image00002

Extrovertido e muito brincalhão, Xuxa se tornou um personagem popular no meio esportivo em Barreiras. Anualmente ele participava do ‘Baba de saia’, no campo da cerâmica, no bairro Morada Nobre  no segundo dia de carnaval. Este ano, o evento está sendo realizado em sua homenagem. O mesmo recebeu o apelido carinhoso dos companheiros de ‘pelada’ nos campos de várzea, onde estava sempre presente na condição de bandeirinha, jogador ou torcedor, e também teve várias atuações como maqueiro no estádio Geraldão.

“Ficamos tristes com a notícia e até pensamos em cancelar o evento, mas decidimos prestar esta singela homenagem em seu nome”, declarou Sebastião Alves dos Santos, um dos jogadores do ‘Baba’. Xuxa trabalhava como ‘chapa’ durante o dia, carregando e descarregando caminhões perto da rotatória do centro, mas sempre atuava como cordeiro nos trios elétricos nos carnavais de Barreiras para ganhar uma grana extra. Ele morreu usando o uniforme de trabalho.

O resgate do seu corpo foi realizado com uso de uma concha, cordas e escada, por agentes do DPT e do Corpo de Bombeiros. A Polícia Técnica vai apurar a causa da morte.

Alô Alô Salomão

 

 

PROTEÇÃO