IDOSO É ENGANADO POR CURANDEIRO QUE PROMETIA CURAS MILAGROSAS E MULTIPLICAÇÃO DE DINHEIRO

O motorista de caminhão de 65 anos diz ter caído em golpe, depois de entregar um pacote com a importância de R$ 802,00 para ser ‘benzida’ e devolvida ao curandeiro que se identificou com o nome de “Joaquim Raizeiro”. Ao conversar com a polícia civil na tarde desta terça-feira (11), a vítima esclareceu que estava em frente a um supermercado, no Centro da cidade, por volta das 09h30 de sábado (08), aguardando sua esposa fazer compras, quando foi abordado por um homem desconhecido, o qual, com a finalidade de ludibriá-lo, garantia que ele era amigo do seu pai, por isso pretendia ajuda-lo caso tivesse algum problema de saúde. Afirmava que conhecia um “feiticeiro” que curaria sua doença e multiplicaria seu dinheiro. Diante de insistente proposta, ressalta que finalmente foi convencido a realizar uma consulta com o bruxo.

Chegando ao local, próximo ao supermercado, o benzedor pediu ao idoso que lhe entregasse todo o dinheiro para benzer. Após fazer suas orações o induzindo a orar junto com ele e a cuspir para expulsar os males e feitiços que estavam lhe ‘matando’, o dito “Joaquim Benzedor” devolveu o pacote, no entanto, pediu que não o abrisse antes das 18h 00, caso contrário, invalidaria o encanto das orações.

O denunciante cita que descobriu o golpe quando abriu o pacote no horário determinado pelo trapaceiro, pois ficou surpreso ao descobrir que o dinheiro tinha sido trocado por diversas notas promissórias em branco.

A delegada plantonista, Marília Duraes agendou oitiva do motorista e encaminhou a ocorrência ao setor de investigações para apurar o crime, classificado como estelionato. “O local não possui circuito de filmagem, então é um crime muito difícil de desvendar”, observou.

Estelionato: definido como “obter, para si ou para outro, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil ou qualquer outro meio fraudulento”, Wikipédia.

Alô Alô Salomão