Intervenção policial termina com morte de suspeito no bairro Santa Luzia

Um homem foi morto nesta quinta-feira (11) durante uma operação da Polícia Militar no bairro Santa Luzia, em Barreiras, na região Oeste da Bahia. Ainda não há detalhes sobre a morte ocorrida durante intervenção de agentes do estado. Ontem à noite nossa reportagem recebeu informações de que o corpo foi apresentado no IML do DISEP numa ambulância do SAMU, após o médico socorrista atestar o óbito, por volta das 19h 30. A polícia cientifica vai realizar necropsia do cadáver e adotar providências de rotina. Nesses casos, um Boletim de Ocorrência é registrado no complexo policial do bairro Aratu, os policiais são ouvidos e alguma testemunha, se houver e as investigações prosseguem no Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

Esse é o terceiro registro de morte ocasionada por intervenção policial militar no DPT regional entre os meses de março e abril de 2019. Dois ocorreram em Barreiras e um de Luis Eduardo Magalhães.

Na quarta-feira (10 de abril), em nota divulgada pela Polícia Militar consta que os policiais revidaram à ofensiva de dois homens armados contra guarnições da Cipe/Cerrado, por volta das 17h45min, durante rondas no bairro Santa Cruz, no final da Rua Jequié, casa azul, próxima ao córrego.

 

Ressalta que, transeuntes deram informações de dois suspeitos armados, os quais, ao perceberem aproximação das viaturas, efetuaram disparos de arma de fogo e fugiram. Na sequência, os agentes da Polícia Militar alegam que se abrigaram, tomaram postura de segurança e contra-atacaram. Logo depois, realizaram cerco e novamente, após novos disparos dos suspeitos, foi necessário novo revide, que terminou com um deles ferido. O mesmo ainda foi socorrido com sinais de vida para a UPA de LEM, onde a médica Carla Mara, atestou seu óbito.

Os policiais ainda declararam que ele portava uma pistola de calibre .40, modelo PT 840, com numeração suprimida e uma munição intacta.

No DPT de Barreiras informações dão conta que, o individuo foi identificado por Valdir Marcelino da Silva, vulgo “Ninho Fá”, que já possuía passagens pela polícia.

Em março

No dia 21 de março de 2019, teve o caso de um homem de 21 anos, que morreu durante troca de tiros com corporações do Pelotão Tático Operacional (PETO 83/84), na Rua Eduardo Medrado, bairro Vila Amorim.

De acordo com relato dos policiais envolvidos na operação, André Luiz Cruz dos Santos atirou contra a guarnição, no momento em que foi abordado, por estar em atitude suspeita com um saco preto na mão. Ainda conforme os militares, o suspeito adentrou no quintal de uma residência pela porta da frente e foi alvejado por atirar novamente contra eles. Ressaltam que reagiram a uma injusta agressão. O autor ainda recebeu socorro de uma equipe do SAMU, mas morreu a caminho do hospital.

Os policiais também observam que, Luiz transportava no saco preto, um tablete de substância análoga à maconha, mais porções do mesmo produto, em menor quantidade, além de embalagens plásticas, papel para confecção de cigarros, uma balança de precisão e um revólver de calibre 38, encontrado ao lado dele.

Fatos relacionados: 

POLÍCIA REGISTRA MORTE POR INTERVENÇÃO DE AGENTE DO ESTADO

HOMEM É MORTO DURANTE INTERVENÇÃO POLICIAL NO BAIRRO VILA AMORIM

Alô Alô salomão