Retomada das aulas semipresenciais na Bahia: Veja critério, regras e cidades autorizadas

O governo da Bahia autorizou a retomada das atividades letivas, de forma semipresencial, para escolas públicas e particulares de 19 cidades. Nos outros 398 municípios, as aulas continuam suspensas até 26 de abrilVeja lista completa das cidades abaixo.

A retomada, por enquanto, não é obrigatória. Cada cidade ou instituição deverá definir como será o seu esquema das atividades semipresenciais.

Qual o critério de retomada?

O critério adotado para a autorização foi a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em percentual igual ou menor a 75%, por pelo menos cinco dias consecutivos.

Quais as regras para retomada?

Em um decreto publicado em edição extra do Diário Oficial, o governo determina que as atividades letivas devem respeitar a ocupação máxima de 50% da capacidade de cada sala de aula. Além disso, profissionais e estudantes têm que atender aos protocolos sanitários. São eles:

  • Uso obrigatório de máscaras;
  • Distanciamento de ao menos 1,5 metro entre as pessoas;
  • Disponibilização de álcool gel a 70% em quantidade compatível à estrutura e número de circulantes na instituição de ensino;
  • Higienização, por turno, das áreas de uso frequente, como corredores, maçanetas, bibliotecas, salas de aula e salas administrativas;

Quais cidades estão autorizadas a retomar?

  1. Caém;
  2. Caldeirão Grande;
  3. Capim Grosso;
  4. Jacobina;
  5. Mairi;
  6. Miguel Calmon;
  7. Mirangaba;
  8. Morro do Chapéu;
  9. Ourolândia;
  10. Piritiba;
  11. Quixabeira;
  12. São José do Jacuípe;
  13. Saúde;
  14. Serrolândia;
  15. Tapiramutá;
  16. Umburanas;
  17. Várzea da Roça;
  18. Várzea do Poço;
  19. Várzea Nova.

G1 NOTICIAS 

Alô Alô Salomão