Suspeitos de atuar em ataque a bancos em Correntina são presos pela PM

Dois acusados de participar do ataque a três bancos em Correntina, no Extremo Oeste Baiano, foram presos neste domingo (9). Outros suspeitos conseguiram fugir. As prisões ocorreram entre as cidades de Maracás e Lajedo do Tabocal, no Vale do Jiquiriçá, onde a polícia montou uma barreira.

Conforme a PM-BA, ao avistarem as guarnições da 93ª CIPM, os acusados desobedeceram à ordem de parada e atiraram contra os policiais. Segundo o G1, um dos ocupantes foi capturado e outros dois conseguiram fugir a pé. Porém, um deles foi preso, depois, em um matagal na região. Após as buscas, a polícia encontrou os dois carros abandonados às margens da estrada.

Um deles estava capotado, mas não havia ninguém no local. Nas ações foram apreendidos três carros, mais de R$ 89 mil em espécie, um alongador de carregador, um carregador, 14 cartuchos ogivais 9mm, um cartucho ponta oca 9mm, 22 cartuchos cal. 556 e um deflagrado. O ataque a três bancos em Correntina ocorreu na última sexta-feira (7). O grupo explodiu as agências da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil e do Bradesco.

NOTICIAS DA OESTE 

Alô Alô Salomão